Caverna Aroe Jari e Lagoa Azul

Passeio em Chapada dos Guimarães com crianças pequenas (Menores de 4 anos)

A maioria dos passeios em Chapada dos Guimarães só realiza com a presença de guia turístico (logo mais, elencamos uma relação de whatsapp de Guias da cidade).

Nos hospedamos no primeiro dia na Pousada Mandala Guest House ( whatsapp: 65 9990-9696), e adoramos o local e clima familiar.

Chegamos na cidade por volta das 16h, então aproveitamos para apreciar um belo pôr-do-sol, e o mais indicado era ir no Mirante “Alto do Céu”, que fica uns 3km de asfalto e 10 km de estrada de chão. Fomos aconselhados a não ir no Mirante mais próximo da cidade, “Centro Geodésico”, por estarem acontecendo muitos assaltos à turistas.

Realmente o Mirante Alto do Céu nós amamos, deu para ir com as crianças, tranquilamente!

Mirante Altos do Céu
Mirante Alto do Céu

 

 

 

 

 

 

 

 

O clima de Chapada é bastante instável, depois deste pôr-do-sol, a temperatura caiu drásticamente. No dia seguinte chegou ao dia mais frio previsto para 2019 naquele local. Além do frio, do vento gelado, a neblina deixou a visibilidade muito comprometida, a ponto de não conseguir enxergar três passos à frente. Então dificulta muito o trânsito, dificulta ver as paisagens que são belíssimas.

No segundo dia nos Hospedamos na Pousada Penhasco (Whatsapp 65 9803-4190), que é maravilhosa, principalmente quando o clima está frio/chuvoso que impeça outros passeios, porque tem piscinas aquecidas, sala de jogos, playground. Essa Pousada oferece “day use” para quem quer curtir as atrações apenas durante o dia sem se hospedar.

Pousada Penhasco

Tem um passeio que é possível fazer com crianças que é o passeio das caverna Aroe Jari e Gruta da Lagoa Azul.

Nós demoramos para contactar um Guia porque estávamos aguardando como ficaria o clima, que na noite anterior tinha feito um frio de 5°C , com ventos de 18 km/h e forte neblina. Isso fez com que tivéssemos dificuldade de encontrar um Guia disponível. Neste dia conversamos com oito guias turísticos, e todos estavam ocupados.

Já era 11h00 da manhã e muitos guias diziam que não dava tempo de chegar à caverna porque a caverna fica 53 km de Chapada dos Guimarães e às 13h00 não se pode mais entrar. Então um dos guias chamado Rodrigo (Whatsapp 65 – 99257-4363) nos deu a dica para irmos direto para o passeio, que na entrada da caverna teriam Guias disponíveis. Seguimos a dica dele e deu super certo!

O passeio + almoço + transporte lá dentro custa R$120,00 para maiores de 12 anos, de 5 – 11 pagam meia entrada e menores de 5 anos não pagam.

Mas ainda temos que pagar o valor do Guia por pessoa ( acima de 12 anos paga como adulto) = valor do guia varia de 60,00 a R$100,00. Nós fomos com a Guia Reginalda que cobrou R$60,00.

Nós utilizamos o aplicativo Waze nos guiou até o local a estrada, são 32 km é de asfalto e o restante estrada de chão mas a estrada está em ótimas condições. Passeio Caverna Aroe Jari e Gruta da Lagoa Azul

O ônibus próprio do passeio nos levou até a entrada da trilha, e depois percorremos à pé 2,5 km entre subidas, descidas, conhecendo Abrigos e cavernas com a explicação do Guia.

 

O passeio é bem lúdico, apesar da caminhada, as crianças se distraem com as atrações, e seguiram caminhando sem reclamar. A Guia levou lanternas para todos nós, e as crianças amaram usar lanterna dentro da caverna.

Caverna Aroe Jari, Ponte de Pedra, Pedra do Equilíbrio, Gruta da Lagoa Azul, Caverna Kiogo Brado, Caverna Pobe Jari (duas bocas) e Cachoeira do Almíscar. Aroe Jari maior caverna de arenito do Brasil 1.500 metros de extensão, seu nome é indígena da tribo bororo que significa morada das almas, o percurso passa pela lagoa azul (a luz em contato com algas acontecem de maio a agosto a partir das 14hrs) e a Caverna Kiogo Brado (nome bororo ninhal de passaros) e Caverna Pobe Jari (duas bocas), com seus paredões altos de 30 a 40 metros de arenito, possui uma nascente, retorno
ao carro vamos até a cachoeira do Almíscar (uma árvore usada para e produtos naturais).

Na volta andamos mais 500 metros e chegamos no ponto de retorno do ônibus. O passeio é cronometrado, das 13 às 15h.

Dentro da Caverna

Para entrar na caverna, sob pedras exige que os pais cuidem da criança, mas é possível fazer com prudência/cuidado, sem se machucarem.

 

 

No início do passeio a Guia colocou um equipamento de proteção, que abrange tornozelos e canela. Ela explicou que era necessário em caso bater a canela nas pedras, mas percebi que é um equipamento para prevenção de picadas de cobras, e quando a questionei sobre isso, ela me disse que quase nunca vê cobras, mas sabe que são locais propícios, por isso utilizam o equipamento. Os únicos que não utilizaram o equipamento foram os pequenos Edu e Henrique, porque não tinham equipamentos que coubessem neles, e isso me fez ficar bem atenta onde ele pisavam.

Levamos uma Mochila com bloqueador solar, água mineral e lanchinhos. Recomendo que levem laternas, porque torna o passeio mais atrativo, e nem todo guia tem esse equipamento. Nesse dia estava frio, então estavam todos agasalhados, mas no meio do passeio todos começamos a arrancar o agasalho. Não é permitido tomar banho na lagoa azul, mas tem a “Fonte do desejo” que é permitido banho, caso queiram aliviar o calor.

Quando nos falaram que seriam 3km de caminhada, ficamos receosos se eles conseguiriam, e fomos prontos para ter que leva-los no colo, caso cansassem demais. Mas eles superaram nossas expetativas e andaram o trajeto inteiro!!!!

 

Depois fiquei pensando, claro que eles conseguiriam, afinal quanto vocês acham que eles percorrem quando estão jogando futebol ou em qualquer brincadeira externa?!

Nós chamamos a atenção de todos os turistas, principalmente por causa dos pequenos. Alguns chegaram a comentar: “Se desse tamanho eles já estão vivendo aventuras na natureza, imagina quando crescerem?!”

E nós respondemos, já os levamos no alto no Mirante Altos do Céu e da montanha para verem os cânions em Cambará da Serra – RS (nas férias passadas), agora os levamos no fundo da caverna, para verem o mais alto até o mais baixo do centro da terra. Estimulando a curiosidade e a valorizar e apreciar as coisas simples e belas que Deus fez!

Nós fazemos questão de que nossos filhos façam esse tipo de aventura, porque é melhor exemplo de foco, de persistência, de perseverança, em que percorremos um longo caminho e de difícil acesso para apreciarmos uma bela paisagem.

AS ÚNICAS PESSOAS CAPAZES DE ADMIRAR DE PERTO AS MAIS BELAS PAISAGENS, SÃO AS QUE SE ARRISCARAM, PERSISTIRAM E PERCORRERAM TORTUOSOS CAMINHOS. ESSA É A JORNADA DO HERÓI RUMO AO SUCESSO E A SUPERAÇÃO DE SI MESMO.

Escrito por Família de Super Heróis

 

Outras Possibilidades de Passeios que não sabemos se podem ser realizados com crianças:

  • Circuito das Cachoeiras: O circuito das cachoeiras faz parte do Parque Nacional da
    Chapada dos Guimarães são 07 cachoeiras, fica a 10 km da cidade, para entrarmos é necessário
    emissão do voucher (nome, CPF, data de nascimento, e-mail, cidade de origem de cada
    participante), entrada permitida das 08:30 min até 11:30 min. O percurso da trilha é de 08 km,
    passando por sete cachoeiras e uma formação rochosa, o tempo médio de trilha são de 05
    horas.
  • Águas do Cerrado: Fica a 65 km da cidade de Chapada dos Guimarães, o percurso
    são de 08 km de trilha ou pode ser feito de transporte (da sede) andando 02 km no total.
    Passamos por 8 cachoeiras sendo 1 para contemplação.
  • Boia Cross – Chapada dos Guimarães: O Boia Cross no Rio Claro, tem
    aproximadamente 05 km de distância e 03 a 04 horas de duração. O ponto de encontro fica
    localizado na ponte do Balneário Rio Claro na estrada da Chapada dos Guimarães a 36 km
    de Cuiabá. O passeio inicia na ponte do Rio Claro, passando por corredeiras e quedas até
    encontrar o Rio Paciência, onde o rio praticamente dobra de tamanho, com águas mais
    calmas que traz um certo momento de reflexão em contato com a natureza única da mata
    ciliar, finalizamos o passeio no Rio Coxipozinho.
  • Cachoeira do Ìndio, Jatoba: O Passeio fica 12 km da cidade, pode ser feito em
    meio período, percurso de trilha leve 600mts ao total. Valor da entrada R$ 25,00
  • Cidade de Pedra: Fica a 20 km da cidade, faz parte do Parque Nacional (necessário
    voucher e termo de responsabilidade). O nome do atrativo vem das formações rochosas
    encontradas no local. Trilha de 02 km, o visitante chega a mirantes existentes na beira dos
    paredões da Chapada dos Guimaraes, onde lá embaixo vê-se o contraste entre as veredas e
    o cerrado, formando na paisagem o mapa do Brasil, além das nascentes dos rios paciência e
    claro. Comum avistas bandos de araras vermelhas sobrevoando os paredões e pegadas de
    anta, onças, corujas buraqueiras, seriemas e emas.
  • Vale do Rio Claro: Localizado a 25 km da cidade, faz parte do Parque Nacional
    (necessário voucher), o passeio inclui caminhadas curtas em áreas naturais com bastante
    vegetação diversificada, subindo a crista do galo, que permite visualização 360º dos
    paredões areníticos, banho no poço da anta e flutuação ao longo do Rio Claro, tento em
    vista as condições das estradas internas do Parque, somente carro 4×4.
  • Morro São Jeronimo: O morro São Jeronimo ficam 10 km da cidade, faz parte do
    Parque Nacional, é um dos pontos mais alto da Chapada dos Guimarães, com mais de 800
    metros de altitude ao nivel do mar , para visitar este atrativo é necessário fazer uma
    caminhada longa de 16 km, com duração de 05 a 06 horas, em estrada, trilha com aclive e
    declive, além de uma pequena escalada. A subida ao morro embora não seja tarefa difícil, se
    feita da forma correta e seguindo as orientações, não apresentam grandes riscos, necessário emitir voucher.

WHATSAPP de Guias de Chapada dos Guimarães:

  • Domingos – 65 9222-8933
  • Aidee – 65 9609-1705
  • Javier – 65 8167-2423
  • Lucas – 65 9910- 3151
  • Fabiano – 65 8123 -9897
  • Camila – 65 9611-0587

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on pinterest
Share on print
Share on email